home 
  rádio 
  equipe 
  programação 
  promoções 
  notícias 
  agenda de shows 
  casas de shows 
  galeria de fotos 
  rádio on-line 
  painel eletrônico 
  musica ambiente 
  cadastre-se 
  fale conosco 
 
Consagração a Nossa Senhora
06:55 hs às 07:00 hs
 

 
Ribeirão Pires reajustará tarifa de ônibus para R$ 4 a partir de domingo, dia 13
 

O valor da passagem de ônibus municipais de Ribeirão Pires será reajustado em R$ 0,20 a partir de 0h deste domingo. Conforme decreto publicado ontem pela Prefeitura, a tarifa passará dos atuais R$ 3,80 para R$ 4. Esta é a segunda alta aplicada pela cidade em menos de um ano.

Segundo a administração municipal, a medida atende pedido de reequilíbrio econômico e financeiro contratual apresentado pela Rigras, empresa que possui a concessão da operação das linhas municipais. “Este pedido foi embasado no aumento dos custos da empresa para manter a operação do serviço, considerando, entre outras questões, o aumento do preço dos combustíveis”, informou, em nota, o poder público.

Nas planilhas elaboradas pela Rigras, a direção da empresa demonstra defasagem dos custos de operação em relação à tarifa praticada. Com a publicação do decreto que permite o aumento da passagem, Ribeirão Pires se torna a quinta cidade da região a aumentar a tarifa do transporte coletivo neste ano. Somente Rio Grande da Serra manteve os valores até o momento.

Em fevereiro, a gestão, chefiada pelo prefeito Adler Kiko Teixeira (PSB), já havia anunciado o cancelamento da tarifa de R$ 1 no transporte coletivo da cidade aos domingos e feriados.

Na ocasião, a Prefeitura de Ribeirão Pires informou que a revogação do subsídio concedido pelo ex-prefeito Saulo Benevides (PMDB) “foi necessária em razão da situação financeira do município e a ineficiência da lei revogada – que justificava a necessidade de estimular a movimentação econômica local e estimular o aumento da arrecadação tributária – o que não ocorreu”.

Mesmo com uma nova política de austeridade fiscal, municípios do Grande ABC têm encontrado dificuldades para equilibrar gastos com serviços de transporte coletivo.

Conforme noticiado no domingo pelo Diário, em Santo André usuários e empresários do setor defendem reformulação do sistema visando melhorar a qualidade do serviço e evitar que o modelo deixe de ser financeiramente sustentável.

O cenário de dificuldades também tem sido observado em demais cidades, como em São Paulo, onde, a fim de manter o sistema operando, a gestão do prefeito João Doria (PSDB) precisou remanejar o Orçamento para pagar subsídios tirando verba reservada para construções de corredores e de terminais de ônibus.

Fonte: Diário do Grande ABC
 
   
voltar
Wesley Safadão
Ar condicionado no 15
Acácio
Foi amor
Simone & Simaria
Regime fechado
Joelma
Chora não coração
Marília Mendonça
De quem é a clpa
Mano Walter
Meu cavalo é show
Tayrone
Vai ter troco
Malla 100 Alça
Vai se arrepender
Léo Magalhães
Ai é quando dói
Junior Viana
Laranjinha
Thiago Jhonathan
Forró de pegada
Renner Bahia
Chamou chamou
Sacode
Você anda falando
Lagosta Bronzeada
Frio da solidão
Pablo
Desapeguei
Forró Boys
Coladinho
Washington Brasileiro
Manda um nudê
Moleca 100 Vergonha
Espelho meu
Bonde do Brasil
Você não manda em mim
Soró Silva
Gadinho novo
radio imprensa fm - 102,5 mhz   fone:11 3252 6046    São Paulo - Brasil
2006 - Todos os direitos reservádos